quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Pastora assessora de Magno Malta foi convidada para Direitos Humanos

Reprodução
A pastora evangélica Damares Alves, assessora parlamentar do senador Magno Malta (PR-ES), teria sido convidada pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para ocupar o posto de ministra de Direitos Humanos e Mulheres. Ela é antagonista do movimento LGBT e luta contra a legalização do aborto, entre outras causas conservadoras das quais é militante. Segundo o jornal O Globo, a informação foi confirmada por alguns dos principais líderes da bancada evangélica, que não quiseram se identificar.

De acordo com a reportagem, ela é vista como um nome de confiança por Bolsonaro e seria a segunda ministra da Esplanada: a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) foi confirmada na Agricultura.

Nessa quarta-feira (28/11), a pastora foi até o gabinete de transição e recebeu pessoalmente o convite. Ela disse que responderia até a próxima terça-feira (4/12) se aceitaria ou não. Conforme O Globo, Magno Malta também foi informado da possibilidade de sua assessora se tornar ministra.

(O Globo)


Nenhum comentário:

Postar um comentário