sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Coluna do dia (Sexta-Feira)

Resultado de imagem para raquel lyra e rodrigo pinheiro

Vices que deram e que não deram certo 

Com apenas dois anos da eleição realizada para os cargos de prefeitos, as chapas que se elegeram em 2016, leiam-se Prefeito e Vice, não estão mais com aquele amor que estavam no período eleitoral. O histórico de briga de vices com os seus titulares são enormes em Pernambuco, que já houve casos e muitos deles em que os prefeitos enfrentaram seus vices nas eleições subsequentes. Um exemplo disso, foi Agrestina, onde o então vice-prefeito Thiago Nunes (MDB) rompeu com a prefeita Carmem e a apeou do poder em 2012. Há casos também de vices que se decepcionaram tanto com os prefeitos que sequer se candidataram no pleito seguinte. 

Mas há casos de sucesso, em que o Prefeito e o vice trabalham em conjunto, e o grande exemplo disso é Caruaru. Em exercício do cargo de prefeito, Rodrigo Pinheiro (PSDB) vice de Raquel Lyra está respondendo pelo comando da cidade já pela segunda vez, tendo em vista que a prefeita fez uma viagem para a Inglaterra a fim de se aperfeiçoar em um curso. Não é a viagem em si o caso, mas sim o trabalho conjunto realizado entre a prefeita e o seu vice que faz com que Caruaru possa ter a sua continuidade dos trabalhos sem nenhuma mudança e nenhuma dor de cabeça pois ambos prefeita e o seu vice trabalham interligados pelo desenvolvimento da cidade.

"Fomos eleitos para defender um projeto para Caruaru e é este projeto que eu estou junto com a prefeita Raquel Lyra trabalhando pela nossa cidade para que ela se desenvolva. Não tenho projetos pessoais, meus projetos são de gerar emprego e renda para a nossa cidade" disse o vice-prefeito em conversa com este blogueiro. Filho de Pinheirão, um grande caruaruense e que fez história na cidade, Rodrigo é empresário e faz política para o bem do povo. "Herdamos a política em um momento de crise, um momento difícil e estamos esperançosos que vamos ter um ano incrível para a cidade, onde vamos começar a colher os frutos que estamos semeando em benefício da nossa gente de Caruaru".

Este ano foi atípico. Tivemos muito debates não só dos presidenciáveis, mas dos seus respectivos candidatos a vice e também a entrevista com a equipe econômica. É muito bom para a democracia que o povo conheça o titular do cargo e o seu vice porque muitas vezes uma história não é condizente com a outra, e não passa apenas de uma arrumação politiqueira. O povo está cada vez mais atento a pessoa do vice, algo que há alguns anos sequer era notado ou sabia-se quem era tão irrelevante era o cargo. Hoje não, hoje o vice é peça fundamental e importante no tabuleiro eleitoral.

Apresentando embargos
O deputado estadual eleito, José Queiroz (PDT) apresentou embargos de declaração com relação às suas contas de campanha que foram reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral. O ex-prefeito passa por um processo que visa impedir que o mesmo tome posse. Caso este processo venha a ter sucesso o primeiro suplente, Manoel Jeronimo (PROS) assumiria o cargo de deputado estadual.

Acordo fechado
O ex-ministro Antonio Palocci fechou acordo de delação premiada com a Polícia Federal (PF), em Brasília, sobre fatos relacionados à Operação Greenfield, que investiga fraudes em fundos de pensão, crimes contra o sistema financeiro e políticos com foro privilegiado no âmbito da Petrobras.
A informação foi confirmada pela RPC, afiliada da TV Globo no Paraná. Essa delação, sob sigilo, foi homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, em 28 de outubro deste ano.

Eriberto Medeiros recebe presidente de SUAPE
O presidente de Suape, Carlos Vilar, foi convidado pelo governador em exercício, Eriberto Medeiros, para uma reunião no Palácio do Campo das Princesas, ontem. Na conversa, o gestor de Suape falou sobre o pleito apresentado ao Governo Federal para retirar a ilha de Cocaia (onde será instalado o futuro Terminal de Minérios) da poligonal do Porto Organizado, e com isso poder licitar o Terminal de Minérios como um TUP (de uso privativo), facilitando a negociação com a empresa chinesa CCCC, interessada em implantar o terminal e finalizar a construção da Ferrovia Transnordestina até Suape.

Soltura de Lula
O presidente da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, marcou para a próxima terça-feira, 4, o julgamento de um pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril de 2018. A sessão no colegiado, que é composto por Lewandowski, o relator da Operação Lava Jato no STF, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Celso de Mello, está prevista para as 14h. A data marcada pelo presidente da Turma havia sido sugerida por Fachin em despacho na terça-feira 27.

Silvinho Silva
silvinhosilva2018@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário