segunda-feira, 23 de julho de 2018

Coluna Digital: Armando começa a perder aliados

A oposição de fato se dividiu

Resultado de imagem para Armando Monteiro Bruno Araujo
Com desembarque do PSDB, Armando perde importantes colégios eleitorais como Caruaru e Gravatá.


A fase da pré-campanha para o governo do estado está emocionante. Quando parecia a coligação de Armando estaria colhendo inúmeros apoios eis que um dos maiores partidos de sua coligação resolve abandonar o barco do petebista: O PSDB. Um dos estopins foi a visita do senador Armando Monteiro(PTB) ao ex-presidente Lula em Curitiba. Outro fator que culminou a metamorfose tucana foi o fato de o próprio Armando Monteiro (PTB) preferir o deputado federal Daniel Coelho (PPS) para a vaga de senador vetando assim o nome de Bruno Araújo (PSDB) que já estava em plena preparação com a militância tucana. Para terminar de "lascar" o resto como diz a máxima, o presidenciável tucano, Geraldo Alckmin em entrevista ao programa Mariana Godoy na última sexta não descartou o nome de Mendonça Filho como seu provável vice. Estes fatores tem levado ao palanque de Armando Monteiro um verdadeiro desmonte. 

Ainda existe um segundo fator: O PSC de André Ferreira, partido que conta com uma grande representatividade de pré-candidatos a deputados federais e estaduais estaria em conversas com representantes do Palácio das Princesas para articular uma volta ao ninho socialista. Desta volta, estaria quase que sacramentada a candidatura do deputado estadual André Ferreira ao senado na chapa de Paulo Câmara. Embora ainda estejam acontecendo diversas reuniões partidárias quem está no lucro é a petista Marília Arraes, pré-candidata do partido ao governo do estado que se vê cada vez mais fortalecida. Com a chegada do PROS de João Fernando Coutinho, já se somam três partidos na chapa de Marília que pode ainda receber mais apoios no decorrer desta semana. O PT, partido de Marília estaria se articulando com a REDE de Júlio Lóssio que tem o nome cotado para a vice, junto com Maurício Rands. Conta a favor de Júlio Lóssio o fato de ser do sertão e ter governado Petrolina por dois mandatos, e de Maurício Rands, além de seu currículo uma aliança com mais um partido. 

Alegria de alguns, desespero de outros. A preocupação bateu à porta de Armando Monteiro e de seus aliados que começam a se preocupar com os rumos tomados de segunda-feira para cá. Segundo alguns próximos, Armando não estaria sabendo conduzir e organizar sua própria chapa ao governo do estado, fato que teria atrapalhado antes mesmo da convenção.  Já a Frente Popular recupera um fôlego que dá uma oxigenação necessária para chegar ao segundo turno. Membros do governo Paulo Câmara tem sido mais combativos com a oposição e incisivos no debate. "Não dá para entregar Pernambuco nas mãos de quem não tem experiência" dizia uma texto que rodou grupos de WhatsApp. 

Parece que a campanha de fato começou em nosso estado. E o tom do debate já foi colocado nas redes. 


PROS pode anunciar apoio hoje 
O PROS do deputado federal João Fernando Coutinho, pode anunciar ainda hoje (segunda-feira 23) o apoio oficial a candidatura de Marília Arraes ao governo do estado. O anúncio deve ocorrer na sede do partido com a presença da pré-candidata petista. O PROS vai compor com o PT na chapa indicando o vice ou o senador.O anúncio depende apenas das agendas de Marília Arraes, João Fernando, Maurício Rands e Silvio Costa.

Seguindo o PSB 
O deputado federal João Fernando Coutinho (PROS) comentou com alguns amigos e aliados que algumas votações suas que são questionadas pela população seguiram exclusivamente a orientação do seu partido o então "PSB". Segundo o mesmo a hora é de não só prestar contas mas de se reencontrar com "as bases" devolvendo ao povo um governo que zela pelo popular como o de Marília e o do ex-presidente Lula. "Ao apoiar a candidatura de Marília e de Lula será o reencontro com suas bases" tem dito o parlamentar a aliados.

Se Eduardo fosse vivo 
Alguns aliados do PSB consideram que caso Eduardo Campos fosse vivo na época do impeachment dificilmente o PSB teria apoiado o impeachment de Dilma. O pré-candidato a senador do AVANTE, Silvio Costa, é um dos defensores desta tese.

Pensando no PSDB 
Desde a última sexta-feira quando foi recebida a nota de rompimento do PSDB com a candidatura de Armando Monteiro que pré-candidatos do partido a estadual e federal estão se mostrando muito preocupados com a questão não só de campanha mas com o coeficiente necessário para fazer suas devidas bancadas partidárias. A esperança é de alguns partidos se unam a candidatura de Bruno Araújo com o MDB, por exemplo.

PSC fazendo caminho de volta
O PSC dos Ferreiras é o próximo partido a desembarcar do palanque de Armando, e neste caso, ir para a Frente Popular. Os acenos e conversas aconteceram ao longo da semana e André Ferreira pode ocupar o lugar que seria de Humberto Costa, caso houvesse acordo com o PT, que não vai ter. 


Silvio Nascimento tem chances 
O PSL de Bolsonaro deve fazer um deputado federal no estado de Pernambuco, e o que mais tem chances de ser eleito é o caruaruense Silvio Nascimento que era cotado para ser candidato ao governo de Pernambuco pelo PSL. O partido deve se coligar com o PSDC, PRP no estado. No entanto, para obter sucesso em tal pleito, é necessário que o mesmo obtenha o primeiro lugar em sua coligação. Ele já tem um diferencial de ser o federal de Bolsonaro no estado.

Muda Brasil de Verdade 
Com o slogan Muda Brasil de Verdade, o PSL homologou no dia de ontem o nome de Jair Bolsonaro a Presidência da República. A vice deve ser mesmo a dra. Janaina Paschoal, recém filiada ao partido e autora do processo de impeachment de Dilma. 

Ciro faz aceno ao PT 
Na última sexta-feira na convenção do PDT o candidato do partido a presidência da república, Ciro Gomes fez um aceno ao PT. "A liberdade do Presidente Lula é algo que é buscado por mim" disse Ciro num claro recado aos petistas. Indiretamente o candidato aderiu ao "Lula Livre" e acenou tanto para o PT, quanto para o PC do B.

Silvinho Silva é editor do BLOG
silvinhosilva2018@gmail.com
(81) 98281 4782

Um comentário:

  1. Tem várias fakes news nessa postagem , dizer que todos fecharão com a esquerda antiquada comunista de Pernambuco é no mínimo um desespero latente . O cenário nacional e local está indefinido , sei que ninguém que mais à esquerda delirante de Lula , palhaçada total , vão às ruas , sinceramente , eles buscam fortalecer a esquerda , mas não vai dar certo, foi 13 anos dando chance é nada . Pernambuco deixou de ser um importante polo histórico na política . As coisas mudaram , vcs estão percebendo ????

    ResponderExcluir