sexta-feira, 1 de março de 2019

Palmares servirá de exemplo para outras cidades?

Resultado de imagem para Palmares
Em ato histórico, Câmara de Palmares afastou um prefeito em exercício

A Câmara Municipal de Palmares afastou temporariamente o Prefeito Altair Junior (MDB) numa votação bem conduzida pelo Presidente da Casa, Vereador Saulo Acioli (PSDB). Numa votação histórica, os vereadores decidiram aprovar o relatório do vereador Luciano Junior e aprovar o afastamento do Prefeito e já convocou o vice-prefeito Agenaldo Lessa (PPS) para assumir o comando da cidade. Tudo ocorreu normalmente e muitas cidades estão observando os acontecimentos dos próximos dias.

O caso é que uma Câmara Municipal não pode de maneira alguma afastar um prefeito, apenas a Justiça, a pedido do Ministério Público pode fazê-lo. O que os vereadores podem fazer é cassar o mandato do prefeito e é justamente esse processo que está acontecendo na cidade, com um prazo de 90 dias. Conversei com algumas pessoas que acreditam que houve uma precipitação da Câmara de Palmares. Já outros acreditam que a Câmara agiu corretamente. Segundo fontes, o judiciário ficou pasmo com o acontecimento da cidade da mata sul. Afinal, nem "um" vereador sequer se levantou para defender Altair?

O Prefeito afastado, Altair Junior (MDB) deve se pronunciar hoje sobre os últimos acontecimentos da cidade. O caso é que o que de fato aconteceu na cidade segundo algumas pessoas foi uma "pedalada fiscal" o mesmo motivo que levou a ex-presidente Dilma a ser afastada do cargo de presidente. Mas não é apenas Altair quem faz (ou fez) isso, o governador Paulo Câmara também conforme denúncia da deputada estadual Priscila Krause.

Se por um acaso o Tribunal de Justiça mandar que o prefeito Altair retorne ao cargo, haverá talvez um clima de normalidade. Mas se o prefeito não voltar ao cargo... Aí vai ter muito prefeito de orelha em pé e com medo de seus vereadores. Vale ressaltar que não estou julgando se o que foi feito em Palmares está correto ou se está errado. Mas, que já tem muitas Câmaras de olho, tem... E se Palmares foi  a primeira e der certo por lá, outros afastamentos virão por aí.


Verba para Ipubi
O deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE) confirmou, nesta quarta-feira, a destinação de mais de R$ 3 milhões em recursos para o município de Ipubi, que neste sábado comemora 57 anos de emancipação política. 

São R$ 1,2 milhão de custeio para a área da saúde e mais R$ 1,2 milhão em emendas do Ministério das Cidades para obras de calçamento. Fernando também anunciou recursos para a construção de um Posto de Saúde da Família, compromisso que havia assumido com a localidade de Serra Branca.

Contra a Privatização
os deputados aprovaram por unanimidade o requerimento onde o deputado Alberto Feitosa solicita que o Governo de Pernambuco, através da Procuradoria Geral do Estado, ingresse com uma ação junto ao Ministério Público Federal para que o leilão do Aeroporto do Recife não seja realizado no dia 15 de março. O parlamentar alegou que o modelo escolhido para Pernambuco é diferente das privatizações que aconteceram com Salvador, que recebeu 2,8 bilhões, e Fortaleza, que teve retorno de 1,4 bilhões. O terminal aéreo pernambucano receberia apenas 838 milhões e seria privatizado em um bloco com mais cinco aeroportos do Nordeste, não trazendo, assim nenhum tipo de retorno financeiro para o Estado. 

Descanso de Momo
Os deputados da base do governo de Paulo Câmara e os da oposição vão aproveitar o feriado de carnaval para descansar e planejarem ações para os próximos meses. Alguns deputados estão engajados nos trabalhos legislativos com uma tamanha empolgação. Enquanto tem outros que ainda não mostraram a que vieram.

São Benedito terá disputa
A campanha eleitoral de 2020 não promete ser muito fácil para o Prefeito Junior Amorim (PR). Mesmo com uma ampla maioria de 8 dos 9 vereadores o apoiando, Amorim deve enfrentar um grande empresário da cidade que já está colocando o bloco na rua. Junior Amorim é tido com um dos melhores gestores da mata sul pernambucana.

PSB desistiu de Gleide
O PSB desistiu de lançar a deputada estadual Gleide Ângelo (PSB) à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes. A deputada deve mesmo ficar na Assembleia e deixar que os outros briguem pelo comando do município. O nome da deputada, que embora tenha sido bem votada na eleição de 2018 na cidade, não significa concorrência em 2020.

Carmem se fortalece em Agrestina 
A ex-prefeita Carmem Mirian (PSB) vem tendo seu nome fortalecido para a Prefeitura de 2020. Não é segredo para ninguém que haverá uma grande disputa na cidade entre Carmem e Josué. No entanto, os últimos acontecimentos envolvendo a presença da Polícia Federal na cidade, parece que além de respingar na popularidade do prefeito tem respingado em seu provável candidato Josué. 

Disputa em Toritama 
O advogado Diego Souza tem intensificado o seu nome no sentido de disputar a prefeitura da cidade em 2020. O advogado que tem um extenso currículo em administração pública além de ser filho do ex-prefeito Walter Souza. Diego está com muita disposição para debater os principais assuntos de Toritama, e buscando construir um caminho para que a cidade volte a ter desenvolvimento e sirva de exemplo para a região. 

Com Sérgio Moro
O prefeito interino do Cabo, Keko do Armazém (PDT), participou ontem em Brasília da reunião da Frente Nacional dos Prefeitos com o ministro Sérgio Moro. O ex-juiz da Lava Jato apresentou aos prefeitos o projeto de lei anticrime que foi encaminhado à Câmara dos Deputados no último dia 19. (Inaldo Sampaio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário