sexta-feira, 29 de março de 2019

Coluna do Blog - 29 de março de 2019

Resultado de imagem para Jair Bolsonaro

Bolsonaro não traiu o seu discurso. Eis a verdade!

Não sei porque tanta agonia e tanta polêmica em torno dos atos do Presidente Jair Bolsonaro (PSL) com relação a diversos temas. Ele pode ser tachado de irresponsável, de mau administrador, de averso ao diálogo... mas se tem uma coisa que ninguém pode criticá-lo é de que ele muda de discurso. Não! Bolsonaro continua o mesmo que era antes da campanha, durante a campanha e agora no mandato não dá sinal de que vá mudar de pensamento. E uma grande parcela do eleitorado que acreditou nele por convicção continua acreditando e continuará. 

O caso é que Bolsonaro não venceu com os votos apenas de quem votou nele com convicção. Se elegeu com os votos de quem não queria em hipótese alguma o PT na Presidência da República. O voto em Bolsonaro, foi o voto anti PT no segundo turno. No entanto, essa parcela do eleitorado que acreditou que Bolsonaro, eleito, iria mudar, quebrou a cara. Alguém nota alguma diferença entre o presidente e o candidato a presidente? Não. Não dá para enxergar. O Presidente fala, posta, conversa com a sua plateia que já o conhece não de agora, mas de muitos anos, dos tempos em que era recebido nos aeroportos e chamado de "mito". E este Bolsonaro, que o presidente alimenta.

Não sei qual o espanto da comemoração do dia 31 de março se o próprio comemorava sozinho, às vezes acompanhado de quatro gatos pingados e hoje para o bem ou para o mal, o povo escolheu suas ideias. Quando se elege um presidente, se elege às ideias dele, o plano de governo dele, os rumos que ele pensa para o país.

A reforma da previdência, por exemplo, o bicho papão que muitos estão criando necessita ser aprovada. Se é com a idade proposta pelo governo, aí já é bem diferente. Dizem os mais experientes que um projeto desta envergadura se coloca com excessos na mesa de negociação, para ver com os partidos como o projeto será aprovado. É dessa forma que se fez e se costuma a fazer. No entanto, no governo de Bolsonaro ele tirou a mesa de negociação. Dialogar ele quer, não quer abrir mão de benesses que sempre foram conhecidas do público e do eleitor.

E este é o Bolsonaro que todo mundo conhece. E uns simpatizaram por ele, outros não! Mas, o elegeram presidente. 

Silvinho Silva editor do Blog
silvinhosilva2018@gmail.com
(81)98281 4782 

Neste sábado, a coluna volta ao seu formato normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário