sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Mourão recebe CUT e dá motivo para novas críticas


Persona non grata da ala olavista dos seguidores de Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão teve um encontro nesta quinta-feira, 7, que deve servir de munição para novas críticas. Mourão esteve reunido com o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Wagner Freitas, e com outros sindicalistas em seu gabinete para assegurar que a reforma da Previdência “não vai retirar direito adquirido de ninguém”.

“Conversei com eles para desmistificar um pouco a questão da Previdência, de que quem tem direito não vai perder esse direito”, afirmou Mourão Questionado se não era “incomum” receber adversários tão ferrenhos do presidente Bolsonaro, Mourão disse que assim é a democracia.

 “Vamos aguardar o que é esta questão da pneumonia. O dado que temos aí ainda é incipiente e é normal de acontecer quando a pessoa fica muito tempo deitada. Ambiente de hospital tem esses problemas. Vamos aguardar”, afirmou Mourão, ao explicar que não falou com o presidente Bolsonaro porque “ele não está falando”. 

(Estadão – BR 18)

Nenhum comentário:

Postar um comentário