terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Em apuros: Empresário relata desvio de R$ 30 mil para campanha de Bivar, diz jornal

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Em meio às denúncias da existência de candidaturas laranjas do PSL, uma gravação, obtida pelo jornal Folha de São Paulo, de uma conversa entre um político de Pernambuco e um dono de uma empresa que prestou serviços à campanha do deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional da sigla, promete se tornar mais um episódio de desgaste para o governo Jair Bolsonaro (PSL). Segundo reportagem da Folha, Luiz Claudio Cordeiro Palhares Junior, dono da Collossu’s Empreendimentos, admite, sem saber que estava sendo gravado, ter devolvido ao menos R$ 30 mil declarados como gasto eleitoral na sua empresa para a campanha de Luciano Bivar.

A empresa, localizada em Abreu e Lima (PE), recebeu R$ 41,6 mil para rodar material de campanha de Bivar, segundo a reportagem. Na prestação de contar de Bivar, o serviço feito pela empresa de Palhares aparece com o valor de R$ 41.602,68. De acordo com a discriminação da nota fiscal dos serviços, foram confeccionados 200 perfurados, 1.200 adesivos, 100 mil santinhos, 60 mil praguinhas, 700 bandeiras e 300 camisas. O custo do serviço foi de R$ 36.176,25; os impostos, R$ 5.426,43.

Na gravação que a Folha teve acesso, contudo, Luiz Claudio Cordeiro Palhares Junior relata ao político, que não teve o nome revelado e foi o responsável por gravar a conversa, como supostamente funcionaria o esquema. “Tu pode fazer o seguinte, como eu fiz lá com o cara: ele rodou cerca de R$ 8.000 em material e tirou R$ 38 [mil] de nota, entendeste?”, disse Palhares Junior ao ser questionado pelo político sobre o que e a empresa seria capaz de rodar de material.

De acordo com a reportagem, Palhares explica que a pedido do ex-vereador e atual presidente do PSL em Igarassu, Ernesto Bob, ele rodou R$ 8.000 em materiais gráficos, mas emitiu nota no valor “de R$ 38 mil para ele pegar os R$ 30 mil”. Ernesto Bob é apontado como o contratante do serviço. Conhecido como Bob Esponja, o presidente do PSL em Igarassu é afilhado político de Bivar e é cotado para disputar a prefeitura da cidade, informa a Folha.

“Ele (Enerto Bob) fez um material dele, com uma marca dele também ‘Bob Esponja apoia Luciano’ e ele só fez R$ 8.000, só que na nota eu justifiquei R$ 38 [mil] para ele pegar os R$ 30 mil, entendeste? Aí eu botei os R$ 38 [mil] mais o imposto”, diz o empresário na gravação, segundo o jornal.

Procurada, a assessoria de Bivar afirmou “ele não vai se pronunciar além do que já disse, que suas contas de campanha foram aprovadas e que não há irregularidades”.

(Folha de São Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário