quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Túlio Gadêlha e Frota ‘fazem as pazes’ após polêmica: ‘Não precisamos conviver com o ódio’

Túlio Gadêlha, deputado federal eleito pelo PDT, e Alexandre Frota, deputado federal pelo PSL, se encontraram nesta quinta-feira (31) – e, ao que tudo indica, fizeram as pazes. O encontro, durante o café da manhã em um hotel de Brasília, foi registrado e compartilhado nas redes sociais de ambos.
“Faltando 1 dia para iniciar os trabalhos na Câmara, no café da manhã do hotel, olha quem veio sentar ao meu lado para dialogar, mesmo que por poucos minutos. Fui surpreendido por um pedido de desculpas de Frota. Estamos em campos opostos, mas não precisamos conviver com o ódio”, escreveu Túlio na legenda.
“Pessoal, olhem que encontrei no café da manhã. Quando eu soube, fui até a mesa dele e perguntei se ele tinha algo contra mim. Ele respondeu que não e aí conversamos. Vamos tocar o Brasil, ele de um lado e eu do outro, mas com educação”, disse Frota, por sua vez.
A polêmica envolvendo os dois aconteceu no final de 2018. Na ocasião, Frota fez um comentário considerado preconceituoso na web, usando a frase “só podia ser de Pernambuco” em tom pejorativo, e foi confrontado por Túlio, que afirmou que levaria o caso à Justiça.
“Xenofobia é crime. Agora é com a Justiça, Frota. Protocolei hoje interpelação judicial – pedido de explicações em juízo e representação contra o deputado paulista recém-eleito, Alexandre Frota. Esse senhor não tem limites e agora irá aprender com as consequências dos seus atos”, alegou o pedetista.

(Jovem Pan)

Nenhum comentário:

Postar um comentário