segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

É fácil ser João, difícil é não ser ele

Imagem relacionada
Atitude louvável a do deputado federal João Campos (PSB) de colocar 30% das vagas numa seleção pública em que duas vagas serão preenchidas para trabalho em Recife e duas vagas para trabalhar em Brasília. Agora, vamos combinar que os salários oferecido estão bem abaixo do que se esperava, né João? Vale ressaltar que o custo de vida para quem mora no interior e se deslocar para o Recife (por exemplo) e trabalhar por apenas R$ 2 mil ou 3 mil reais é pouco. Estou dizendo para quem mora no interior, e quer ir morar em Recife.

Mas esse é um novo momento na política! Surge alguém com ideias novas, com uma assessoria de comunicação impecável que vai torná-lo prefeito de Recife.Sim porque a equipe que for escolhida vai trabalhar para fazer sua imagem se tornar forte para o eleger prefeito de Recife. Uma cidade onde a mentalidade do povo é diferente de quem vive no interior. João Campos caminha para uma eleição em 2020 onde vai passar uma enorme vergonha, para mais do que já está passando em nível nacional e em nível estadual.

A reprovação ao seu nome principalmente no pós-eleição tem aumentado, tanto que o prefeito Geraldo Júlio já pensou seriamente em substituí-lo por uma pessoa de sua confiança, um secretário que assumiu a pouco. João vai ser muito, mas muito cobrado e suas ideias também. Só para ter uma noção ele postou em seu instagram a seguinte frase: "Sou contra a Flexibilização da posse de armas". Não demorou muito e vieram logo comentários como: Então faça um favor. Ande sem segurança e caso aconteça algo. Tente chamar a polícia. Pra vê em quanto tempo eles vão chegar. Até do carro blindado falaram, né João. Pois é parece que o povo da sua terra está acordando, e não se iludem mais com palavras bonitas e nem tampouco com frases de efeito.

A coisa mais fácil do mundo é ser socialista estando onde João Campos está. Numa sala com ar condicionado, por onde anda estar rodeado de seguranças. É fácil. Muito fácil. É fácil abrir uma seleção para 4 vagas quando se loteia entre apadrinhados políticos o governo do estado, as prefeituras e prefeitura do Recife. É fácil, João! É fácil ser João Campos. Difícil é ser a Maria, o José, o Antonio, o Paulo, o Pedro, que todos os dias sofrem com a violência, com os assaltos e com o desgoverno do seu partido,o PSB.

Pois é João, monte bem sua equipe. O seu trabalho como parlamentar com essas ideias suas, o "legado" que você carrega vai ser um fardo e tanto na hora da cobrança. O povo lhe deu a oportunidade, mãos à obra, você será testado muito em breve, novamente.Mas desse jeito, talvez não passe no teste.


Nenhum comentário:

Postar um comentário