terça-feira, 27 de novembro de 2018

Coluna do dia (Terça-Feira)

Resultado de imagem para Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco

A espera de um legislativo melhor

Espero de fato que a Assembleia Legislativa eleita para os próximos 4 anos (2019-2022) não seja tão subserviente como esta que estamos encerrando. Infelizmente quem mais sofre é a população de Pernambuco. Os deputados que são eleitos pelo povo, para representar o povo, simplesmente não sabem negociar, não sabem conversar, não sabem dialogar com o governo e tampouco com o povo. Uma vergonha! A Casa de Joaquim Nabuco não merece sequer o nome, com raríssimas exceções dos que estão ali. Alguns mais combativos deputados estão de mala e cuia prontos para irem para a Câmara Federal, como é o caso do deputado Silvio Costa Filho (PRB) que terá como substituto de sua linhagem o deputado eleito João Paulo Costa (Avante).

Outra exceção da Assembleia do momento é a deputada estadual Priscila Krause (DEM) que vem fazendo uma forte oposição ao governo Paulo Câmara naquela casa. Ser oposição não significa querer o quanto pior melhor, não é isto. Até porque os deputados de oposição muitas vezes apontam caminhos, demonstram erros em projetos ou excessos. O caso, é que deputados que são da cozinha do Palácio das Princesas que são a grande maioria, vale ressaltar "a grande maioria" sequer sabem negociar com o governador, e carimbam tudo que vem do Palácio se possível de olhos vendados. 

Eu tenho quase certeza que 70% dos deputados governistas não leem os projetos que o executivo manda e deixam a cargo de seus assessores que já estão abarrotados de trabalhos e são outros que não leem e só veem que fizeram alguma coisa errada quando sai na imprensa. Só quando sai na imprensa, porque se não sair eles votam, vivem e reclamam da lei que eles mesmos aprovaram. É uma vergonha isso que acontece em Pernambuco, na Assembleia Legislativa. Ninguém discute nada, não temos audiência pública, não acompanhamos nada, e só sabemos que existem deputados estaduais de quatro em quatro anos porque tem campanha.

Vejam como exemplo o projeto que aumento o IPVA e o ICMS até o ano de 2022. Era por tempo "não determinado" e se não fossem alguns deputados da oposição terem negociado com o governo, porque os deputados do governo não sabem ou tem medo de negociar, ele teria sido aprovado.

É uma pena, mas nós, pernambucanos, merecemos bem mais do que uma Assembleia Legislativa subserviente ao Palácio que deveria debater mais com o povo e levar ao governador o resultado deste debate e isto pelo menos seria bem mais digno de um poder legiferante, que tem como missão criar leis e fiscalizar o governo estadual. 


Entrevistas
O Blog do Silvinho inicia uma verdadeira rodada de conversas com os presidentes eleitos e reeleitos das Câmaras Municipais da nossa região da mata sul e agreste de Pernambuco. Iniciamos às conversas nesta segunda-feira pela manhã com àqueles que vão tomar posse do legislativo municipal de nossas cidades a partir de Janeiro.

Garanhuns gostou do protagonismo
O nome do deputado federal eleito Fernando Rodolfo (PHS) já aparece fortemente no meio político como pré-candidato a prefeito de Garanhuns. Chegou a se cogitar que ele seria o candidato do prefeito Izaías Regis (PTB). Fernando é uma das vozes mais críticas ao governo Paulo Câmara e por enquanto não fala em disputar mandato executivo em nenhum município. Mas, que na cidade de Garanhuns o orgulho está estampado de ver um filho da cidade sendo protagonista na Câmara Federal e com uma força política ascendente. 

Montando equipe (Clóvis Paiva)
O deputado estadual eleito Clovis Paiva (PP) após um período de descanso da campanha eleitoral tem se dedicado ao lado de sua esposa e pré-candidata a prefeitura de Palmares, a professora Karla, na montagem de sua equipe de trabalho para o mandato parlamentar que se iniciará em 1º de fevereiro de 2019. O deputado, pretende fazer um mandato dedicado ao trabalho e ao desenvolvimento da mata sul sua região e também na geração de empregos e diminuição da violência que aflige a nossa região.

Preocupação com a situação de Catende
Antenado com os problemas pelos quais passa a cidade de Catende, o ex-vereador Rinaldo Barros (PSC) se disse muito preocupado. De acordo com Rinaldo a reclamação na cidade é de canto a canto. "É lamentável a situação política e econômica que chegou a nossa cidade. Sabemos que o nosso país não passa por um momento bom, mas é nessas horas que o governo municipal precisa agir ainda mais" pontuou o advogado que é um dos fortes nomes para 2020 em Catende.

O nome forte em Xexéu
O vereador Thiago de Miel (DEM) de Xexéu é o nome mais forte na disputa pelo comando da prefeitura da cidade em 2020. O vereador tem montado um grupo coeso e forte e vai para a disputa pra vencer. Thiago deve enfrentar o nome indicado pelo prefeito Eudo Magalhães (PSB).

O muda muda com Altair
Muitas tem sido às críticas com relação a gestão do prefeito de Palmares, Altair Junior (MDB) que tem passado por momentos de dificuldades com bloqueio de contas e atraso nos salários. No entanto, criticar o troca troca de secretários da gestão é coisa de menos. No governo Lula, por exemplo, (Para quem se lembra) foi trocado o vários ministros da mesma pasta até três vezes dentro de um mês.

Silvinho Silva 
silvinhosilva2018@gmail.com
(81) 98281 4782 

Nenhum comentário:

Postar um comentário