segunda-feira, 23 de julho de 2018

João Fernando Coutinho declara apoio a Marília

Em nota, deputado afirmou que “não há tempo a perder” e que estará com  Marília nas eleições
O deputado federal João Fernando Coutinho (PROS) confirmou que está fechado com a pré-candidatura da vereadora recifense Marília Arraes (PT) ao Governo do Estado, e que o apoio deve ser oficializado nesta segunda-feira (23). Através de nota, enviada no domingo (22) à Folha de Pernambuco, João Fernando Coutinho não apenas reforçou seu posicionamento em favor de Marília, mas fez questão de legitimar seu apoio ao ex-presidente Lula, preso no dia 7 de abril. 

“Hoje, o presidente Lula é um preso político. Defender sua candidatura é defender a volta da normalidade democrática, do estado de direito, do equilíbrio dos poderes, da busca da justiça social. É defender a volta do desenvolvimento sustentável, da geração de emprego, do aumento da produção e da circulação de mercadorias e rendas. Lula é a volta dos programas sociais da esperança e da autoestima do brasileiro”, disse.

Ex-deputado pelo PSB, João Fernando Coutinho deixou o partido alegando falta de espaço entre as lideranças socialistas apesar de ter sido aliado dos ex-governadores Miguel Arraes e Eduardo Campos na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Porém, hoje ele entra na oposição ao governador Paulo Câmara. “O PSB fechou questão a favor do impeachment, principalmente em Pernambuco, e nesse sentido determinou a todos seus parlamentares. Com isso, na véspera da votação, expus a questão pessoalmente ao presidente Lula, em reunião (que sempre apoiamos em todas as suas candidaturas) e, na hora da votação, está claro no vídeo, que não fiz teatro, proselitismo nem discurso oportunista para pronunciar o meu voto, diferente da maioria dos deputados do partido”, esclareceu.

Ainda na nota, o parlamentar ratifica o seu apoio à pré-candidata. “E em Pernambuco toda esta luta está simbolizada, cristalizada na candidatura de Marília Arraes, essa liderança jovem que tem sensibilidade social e princípios. Marília tem história, é uma lutadora, jovem, determinada e, sobretudo, atenta e comprometida com a volta da melhoria da qualidade de vida do povo pernambucano”, argumentou.

Ele preferiu não entrar em conflito com o dirigente petista Dilson Peixoto, que emitiu nota, também no domingo, mais cedo, criticando a aproximação de Coutinho com Marília, destacando que o deputado foi “um dos ardorosos do afastamento de Dilma e votou favorável, hoje é tratado como aliado importante”, escreveu Dilson. “Não cabe a mim discutir questões internas de outros partidos. Quanto às referências a meu nome na nota enviada por Dilson Peixoto, pessoa a qual tenho tenho profundo respeito”, devolveu Coutinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário