terça-feira, 10 de julho de 2018

Bruno entra na briga pelo senado

André Ferreira e Bruno AraújoO Presidente estadual do PSDB, deputado federal Bruno Araújo, admitiu pela primeira vez em entrevista a uma rádio de Caruaru a possibilidade de ser candidato a senador na chapa de Armando Monteiro. Caso se concretize, a vaga de vice na chapa do trabalhista seria uma indicação do PSC de André Ferreira.As conversas sobre composição da chapa majoritária da oposição seguem ocorrendo.
o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, chegou a dialogar com o senador Armando Monteiro Neto sobre essas arrumações. Depois que o processo que investigava Bruno Araújo - no qual ele era citado no inquérito da Odebrecht, - foi arquivado pelo ministro do STF, Dias Toffoli, a possibilidade de o tucano vir a ocupar a vaga do Senado passou a ser ventilada. Embora já tenha aberto mão do referido espaço em prol da atração de uma sigla nova para o bloco, o PSDB segue trabalhando para estar na chapa e não descarta que Bruno possa vir a se colocar como alternativa para a Casa Alta. Diante do novo cenário, o deputado estadual André Ferreira admite, à coluna, a hipótese de fazer um gesto ao tucano. "Do jeito que ele abriu espaço para gente, a gente abriria para ele", considera o parlamentar, que tem o nome cotado para concorrer a senador. E emenda: "Estamos muito alinhados". Em relação ao plano original de disputar a Casa Alta, André pondera: "Estamos fazendo uma avaliação". E observa: "Esse espaço já foi cedido para o PSC, mas isso não impede que outro partido da frente venha a ocupá-lo". André, então, assegura que isso "não vai ser um cavalo de batalha". Durante o ato no qual os Ferreira declararam apoio às oposições, André realçou que não chegava para impor. De outro lado, o processo, agora, arquivado por Toffoli era empecilho considerável para Bruno encarar o desafio de ingressar na majoritária. Solucionada a pendência, os cálculos na oposição podem ser refeitos. André e Bruno devem conversar na semana que vem, quando o tucano retornar ao Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário