terça-feira, 30 de janeiro de 2018

MANDANDO BRASA - Quem será o governador de Pernambuco?

Resultado de imagem para Paulo Camara Marilia ArraesQuem será o próximo governador de Pernambuco?

O PSB chegou ao governo em 2006 ao eleger Eduardo Campos com um discurso de esperança para a população. Eduardo fez uma campanha sem ódio e derrotou Mendonça Filho e todo o seu discurso de continuidade de Jarbas. Hoje, embora muitos queiram comparar o ano de 2018 com 2006 ,é muito diferente: Naquele ano, Humberto Costa (PT) estava de passaporte carimbado para o 2º turno, e uma denúncia da conhecida máfia dos sanguessugas tirou Humberto do páreo e deu o fôlego necessário a Eduardo Campos que estava lá embaixo nas pesquisas.

Já agora, em 2018, é difícil encontrarmos um candidato a governador que não esteja envolvido em algum escândalo. Mas atualmente pesa mais sobre a oposição, leia-se, Fernando Bezerra Coelho diversas operações da Polícia Federal no âmbito da lava jato. No final de 2017, a Polícia Federal invadiu o gabinete da vice-governadoria para investigar desvios de verbas relacionados as enchentes de 2010 e 2017.Sobrou assim, Armando Monteiro (PTB) e Marília Arraes (PT) como os limpos para a disputa pra governador. Os dois juntos somam quase 35%. Mas nem pensem que isto vai acontecer. O PT não perdoa o fato de Armando ter votado a favor da reforma trabalhista. Pode haver uma aliança no segundo turno, sendo Armando o candidato? Acredito que sim, porém será muito incontrovérsia para o próprio PT. 

Já para Armando apoiar Marília, caso seja ela que vá ao segundo turno não haverá o menor problema. Até porque se o senador se candidatar ao governo do estado, estará sem mandato e com certeza seu apoio será contabilizado juntamente com alguma secretaria em um provável governo petista. Ao PT, sua grande chance de governar Pernambuco chegou. Se o partido de fato lançar Marília Arraes, o que a cada dia que se passa está se tornando mais provável ela chegando ao segundo turno será forte e terá uma eleição bem mais fácil que seu primo Eduardo. A neta de Arraes já conseguiu do povo pernambucano algo que João Campos não conseguiu: simpatia. Cada dia que se passa parece que se multiplicam a quantidade de pessoas a querer votar em Marília.

Assim sendo, eu não vislumbro um cenário que não seja este: Ou Pernambuco reelege o atual governador Paulo Câmara mesmo sabendo de todas suas dificuldades políticas, leia-se bem, políticas de administrar o estado. Ou, elegerá Marília Arraes. Não vejo nenhum outro nome com chance. Até porque dos atuais detentores de mandato, somente Marília Arraes e Fernando Bezerra Coelho estão no lucro, caso disputem. Marília é vereadora do Recife e tem mandato até dezembro de 2020 e Fernando é senador até janeiro de 2023. Então, pode ser que o cenário mude, mas até o momento eu não vejo como outra pessoa que não seja Paulo ou Marília com chances reais de sentar na cadeira de chefe do executivo que está no Palácio das Princesas.

BOM SUJEITO, MAS FALTA O LADO POLÍTICO - Me encontrei no último sábado com o ex-prefeito de João Alfredo, Severino Cavalcanti na residência do vereador Biu Flor (Catende) onde trocamos algumas informações sobre o cenário estadual. Para Severino que já foi presidente da Câmara Federal, "Paulo é um homem bom, competente, mas não tem manejo politico". Ele não é o primeiro a dizer isso, e seus 87 anos, muitos deles envolvidos na política dão a Severino credibilidade para opinar.

O PESO DA OPOSIÇÃO - Enquanto em Petrolina, cidade administrada pelos Coelhos, toda a oposição estadual, exceto o PT e partidos da esquerda, reuniu 3500 pessoas. Em Serra Talhada, cidade administrada pelo PT, Marília Arraes, sozinha quase, reuniu cerca de 3000 mil pessoas. Isso já basta para dizer o peso de Marília nesta eleição.

ESTAMOS DE VOLTA - Problemas técnicos fizeram com que eu não conseguisse alimentar o meu blog nestes últimos dias, fator que foi resolvido hoje. Assim sendo, a partir de então,as regiões da zona da mata sul e agreste pode contar com informações atualizadas sobre política.

TABLET PARA OS PROFESSORES - Com uma gestão inovadora, o Prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório (PSDB) prepara para o início do ano letivo a entrega de tablets para os professores do quadro da rede municipal de ensino. O equipamento irá ajudar na sala de aula.

Silvinho Silva é editor do Blog
silvinhosilva2018@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário