quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Sem Lula, disputa por vaga no 2º turno se acirra


Em uma possível corrida presidencial sem Luiz Inácio Lula da Silva (PT), quatro candidatos disputariam uma vaga no segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSC), de acordo com a primeira pesquisa do Datafolha após a condenação do petista em segunda instância.
Levantamento realizado na segunda (29) e na terça (30) mostra que o ex-presidente manteve vantagem sobre os rivais, com até 37% das intenções de voto. Seu eleitorado, porém, se pulveriza e a briga tende a se tornar acirrada caso ele seja barrado com base na Lei da Ficha Limpa.
Bolsonaro aparece em primeiro lugar no principal cenário sem Lula, com 18%. Ele supera Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Luciano Huck (sem partido).
Marina lidera o segundo pelotão, com 13%. Ciro (10%), Alckmin (8%) e Huck (8%) estão tecnicamente empatados.
O Datafolha fez 2.826 entrevistas em 174 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR 05351/2018.
Apesar de liderar a corrida sem Lula, Bolsonaro parou de crescer. Ele oscilou negativamente em todos os quadros apresentados na pesquisa, em comparação com o levantamento de novembro.
A pesquisa indica ainda que o ex-presidente Lula conserva força eleitoral mesmocondenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).
O petista lidera o primeiro turno em todos os cenários em que seu nome é colocado, com percentuais que variam de 34% a 37%. No segundo turno, venceria Alckmin (49% a 30%) e Marina (47% a 32%), além de Bolsonaro.
A saída de Lula impulsionaria principalmente Marina e Ciro Gomes. Na comparação de cenários com e sem a participação do ex-presidente, Marina passa de 8% para 13%, enquanto Ciro cresce de 6% para 10%.

Apenas 6% aprovam Governo Temer

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada hoje mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):
  • Ruim/péssimo: 70%
  • Regular: 22%
  • Ótimo/bom: 6%
  • Não sabe: 2%
O Datafolha fez 2.826 entrevistas entre 29 e 30 de janeiro, em 174 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
O nível de confiança da pesquisa, segundo o Datafolha, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
Na última pesquisa Datafolha sobre a aprovação do governo, realizada em novembro de 2017, 71% avaliaram como ruim/péssimo; 23% como regular; 5% como ótimo/bom e 1% não soube responder.

Crescimento de Marília deixa oposição em alerta


Blog da Folha
Após o segundo evento das oposições, realizado em Petrolina, no último sábado, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que pretende disputar a eleição de governador, passou a admitir que o bloco pode apresentar duas candidaturas. Em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, hoje, colocou que o grupo ainda trabalha com a possibilidade de escolher um só nome. Mas, deixou claro que “se o conjunto da frente chegar à decisão de que deve apresentar duas candidaturas, digo logo que uma é minha”.
Hoje, o senador ainda acha que o melhor caminho para o grupo seria uma candidatura única, em função do crescimento da pré-candidatura de Marília Arraes (PT), que poderia levar o pleito para o segundo turno. “Acreditamos que a candidatura do PT ganhou força nos últimos 60 dias. Existe hoje um trabalho mostrando que a base do PT faz uma forte oposição ao governo Paulo Câmara. Existe a candidatura legítima de Marília Arraes. Me parece que o cenário aponta para a consolidação dela”, afirmou.
Mas, se em outro momento Bezerra Coelho chegou a dizer que seria “o candidato” da oposição e que iria ganhar o pleito, agora já considera que o bloco pode oferecer dois nomes. “Se de fato esse conjunto da frente chegar à decisão que deve apresentar duas candidaturas, digo logo que uma é minha. Porque teremos condições de reunir apoio suficiente para construir uma alternativa dentro desse campo. Mas se a decisão for para formar um único conjunto, estamos dispostos a marchar com uma candidatura que pode não ser a minha”, destacou.
Duelo de frevo
No evento de Petrolina, FBC disse, em seu discurso, que estava preparado e era o “mais animado” do grupo para encarar o pleito. Mas o senador Armando Monteiro (PTB) também coloca o seu nome no páreo. Tanto que chegou a chamar Bezerra Coelho para um duelo de frevo, “para ver quem é o mais animado”. Questionado sobre o convite, FBC disse que “o senador Armando se arriscou muito, porque eu já dancei muito frevo. Se houver esse concurso, eu vou ganhar”, brincou.

Chácara Eco Summer, em Laje Grande: Um ótimo lugar

Quer passar um dia diferente com a família? Um dia que você possa descontrair, aliviar o estresse do dia a dia. Chácara Eco Summer, do amigo Mário da Internet em Laje Grande.

Veja as fotos:





Também aluga-se para eventos comemorativos e festas.
PE 120, próximo a entrada de Laje Grande.

Contato: (81) 98105 8688
               (81)  3674 1039

Datafolha: Lula lidera, seguido de Bolsonaro


Quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é retirado dos cenários da pesquisa do Instituto Datafolha sobre intenção de voto na corrida presidencial, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) surge como líder absoluto.
Nas quatro simulações desse tipo feitas nos dias 29 e 30 de janeiro, o parlamentar aparece com entre 18% e 20% da preferência do eleitorado.
Em dezembro, Bolsonaro somava entre 21% e 22% nos cenários sem o petista. O levantamento foi divulgado na madrugada desta quarta-feira, 31, pela Folha de S.Paulo.
Na ausência de Lula, os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) aparecem na segunda colocação em dois cenários cada um.
Ciro soma entre 10% e 13% das intenções de voto – em dezembro, tinha entre 12% e 13%. Já Marina foi testada apenas em dois cenários sem Lula, nos quais aparece com 13% e 16% – em dezembro, tinha 16% e 17%.
Nos três cenários em que é testado, Geraldo Alckmin (PSDB) aparece com 8% a 11% das intenções de voto. Luciano Huck (sem partido) tem 8% no cenário em que foi incluído.
Alvaro Dias (Podemos) tem entre 5% e 6%. João Doria (PSDB) e Joaquim Barbosa (sem partido) foram incluídos em apenas uma simulação cada, na qual aparecem com 5% dos votos.
O ex-ministro e ex-governador Jaques Wagner (PT-BA), eventual substituto de Lula na corrida presidencial, caso o ex-presidente fique inelegível, aparece com 2% dos votos em dois cenários.
Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro perde para Marina (42% a 32%) e empata tecnicamente com Alckmin (35% a 33%).

MANDANDO BRASA - O candidato de Bolsonaro

Jair Bolsonaro quer um palanque em Pernambuco

Resultado de imagem para Joel da harpaJá era quase esperado que com a ida de Jair Bolsonaro para o PSL ele iria querer um candidato próprio a governador pelo seu partido no estado. Cogitou-se que este seria o deputado federal Daniel Coelho que atualmente está no PSDB, mas que tinha uma ala de apoio no movimento liberal do partido que com a presença de Bolsonaro saiu em debandada até agora não se sabe para qual partido. Diante disso, ficou a pergunta no ar: Quem seria o candidato a governador que teria coragem de subir no palanque de Bolsonaro aqui em Pernambuco? 

Eis que surge o nome de Joel da Harpa, atual deputado estadual e ligado ao movimento da Polícia Militar, Joel foi eleito para o seu primeiro mandato em 2014, após liderar a greve dos policiais no governo de João Lyra Neto. É lógico que Joel tem que ter ainda às bênçãos de Luciano Bivar para colocar o seu bloco na rua. Luciano tem uma ligação com o governador Paulo Câmara (PSB) que já disse que não quer conversa de apoiar Bolsonaro. Caminho livre para o PSL crescer em Pernambuco. Em meio a tantas candidaturas de esquerda, surge uma opção à direita.

No entanto, dificilmente esta briga de direita e esquerda irá prosperar no estado porque as pessoas não entendem bem o que significa um e nem tampouco o outro.Até pouco tempo tinha-se no Brasil a noção errada de que o PT era o partido de esquerda e o PSDB o partido da direita. Errou tanto de um lado, como do outro.O PT não é um partido de esquerda propriamente dito. O PSDB embora tenha uma linhagem mais "light" digamos assim não consegue ser de direita. Os dois partidos estão apenas loucos pelo poder. O PT cresceu politicamente com um discurso que rasgou assim que Lula subiu a rampa do Planalto.

Recentemente, em 2014, Dilma fez uma propaganda eleitoral toda voltada para o social e depois que assumiu começou a fazer os mesmos ajustes que Michel Temer hoje tenta fazer. A diferença é que com Dilma o congresso não quis conversa. Reforma da Previdência quem mais defendeu foi o PT desde o ano de 2003, que culminou com a saída de várias pessoas do partido e a criação do PSOL, tendo como líder na época a senadora Heloísa Helena, que acusou Lula e o PT de fazer um governo voltado para os banqueiros. Ora, diante dessa misturada toda, tem como saber quem é de esquerda ou quem é de direita? Difícil. Mas em uma coisa Jair Bolsonaro leva vantagem: Ele combateu duramente tanto os governos FHC (1995-2002) Lula (2003-2010) e Dilma (2011-2016). 

Hoje, Jair Bolsonaro colhe os frutos de uma oposição dura que já vem se arrastando por 22 anos de governos do PSDB-PT. Por isso que estagnou-se no segundo lugar nas pesquisas, liderando quando Lula não é o candidato. No entanto, o direitista ainda é´muito fraco eleitoralmente no nordeste brasileiro, não apenas em Pernambuco. Em detrimento a isto, o segundo turno presidencial geralmente clareia e traz mais os brasileiros para o debate político. Agora, após explicitar um pouco sobre a falsa ideia de direita e esquerda do PT, eu volto a mesma pergunta: Joel da Harpa conseguirá ser o candidato da direita no estado, competitivo o bastante para vencer no estado?

Se conseguirá, ninguém sabe. No entanto, se teve um parlamentar que vem dando a cara a tapa pelo presidenciável do PSL no estado é ele. Todas as vezes que Bolsonaro veio ao estado de Pernambuco foi a convite do deputado Joel da Harpa. Agora, eleição para governador é guerra, e a direita de Pernambuco ainda não está preparada para vencer, mas pode estar para começar a tentar.




terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Festa de Nossa Senhora das Dores em Maraial


A Prefeitura de Maraial realiza a partir de amanhã a Tradicional Festa de Nossa Senhora das Dores, padroeira da cidade. Amanhã, dia 31 é a noite de um grandioso show católico com Padre Bráulio e Batista Lima.
Já no dia 01 de fevereiro é a vez da Banda Fascínio e Bonde do Forró, encerrando no dia 02 com Silvânia e Paulinha e o sucesso do momento Samyra Show. A realização é da Prefeitura de Maraial e conta com o apoio da Empetur. 
O Prefeito do Município, Marquinhos Moura, convida todos da região a participarem desta grandiosa festa. "É a segunda festa que nós realizamos em nosso mandato e esperamos a presença do povo de Maraial, dos distritos, dos engenhos e também dos nossos amigos e irmãos da região que vão com certeza serem bem recebidos na cidade" declarou o prefeito.

Notícias das cidades

Belém de Maria - O ex-assessor especial da Prefeitura de Belém de Maria José Thomas, irmão do ex-prefeito Wilson Lima, Dinho, será candidato a vereador em 2020. Segundo informações, o mesmo teve sua candidatura vetada em 2016 pelo grupo político que via um certo favorecimento ao seu nome na corrida. No entanto, com o rompimento do grupo político entre Dinho e Rolph, a candidatura é dada como certa.

Vai de Marília - Pré- candidato a deputado federal pelo PSC, o advogado Rinaldo Barros, que já foi filiado ao PSB está de malas prontas para embarcar no apoio à candidatura petista. Caso seja confirmado o seu apoio a neta de Arraes, ela terá um palanque forte em Catende, tendo em vista que Rinaldo até o momento é o único nome forte da oposição para 2020.

Maraial - Começa amanhã a festa de Nossa Senhora das Dores em Maraial que contará neste ano com um grande show católico de Batista Lima e Padre Bráulio.


Alckmin 1: história de que governador pode atuar para impedir candidatura tucana em SP é pura conversa mole. Entenda por quê

Não há a menor hipótese de o PSDB de São Paulo não ter candidato ao governo de São Paulo. Contabilizo na cota do delírio, ou da mera plantação, a história de que, em favor do projeto presidencial, o governador Gerado Alckmin poderia apoiar a candidatura do atual vice-governador, Márcio França (PSB), forçando os tucanos a sair da disputa. Cumpre dizer: quando quero falar com políticos e pessoas públicas, sou, na esmagadora maioria das vezes, bem-sucedido. Em on ou off, isto é, para registrar suas respectivas falas ou apenas para ter informações de bastidores. Muito cuidado com o off. Quando um político não quer que um determinado conteúdo lhe seja atribuído, pode-se apenas estar diante da fofoca. Sigamos.
Para escrever este texto, decidi não falar com políticos. Só com os fatos e com a lógica. Nesta segunda, verei se o governador pode me atender por alguns minutos. Antes, vai aqui uma apuração que nada tem a ver com pessoas, com subjetividades, com anseios. E com fofoca. Vou demonstrar por que esse negócio de o PSDB não ter candidato é apenas um despropósito, pouco importando quais sejam as movimentações de bastidores.
1: O PSDB está no poder no Estado há 24 anos. É sua fortaleza. Na eleição deste ano, são razoáveis as chances de emplacar um sétimo mandato. Que sentido faria o partido recusar aquela que tem sido a vontade do eleitorado? Só um suicida político faria tal escolha;
2: Por que o PSDB seguiria esse caminho? O PSB tem apenas 32 deputados. Isso acrescentaria alguns segundos à campanha de Alckmin. França não tem o comando do partido nacional, que voltou a olhar para a esquerda. Se Lula fosse o candidato do PT, a aliança com o ex-presidente seria certa. Mesmo que um acordo viesse a ser feito, boa parte dos ditos socialistas estaria, na prática, empenhada na campanha de alguém de esquerda;
3: A eleição presidencial de 2018 será tudo, menos fácil. Será que faz sentido renunciar à disputa ao segundo cargo mais importante do país num cenário nacional absolutamente incerto e instável? Ainda que Alckmin pudesse fazer tal aposta — coisa de que, sinceramente, duvido —, acho que o tucanato não faria;
4: E por que a “onda França” nos bastidores? Decidindo se candidatar à Presidência, Alckmin terá de se desincompatibilizar em abril. O vice, guindado à titularidade, terá seis meses para se mostrar uma alternativa viável ao governo do Estado. Tudo indica que França faria mudanças no primeiro escalão, convocando homens de sua confiança. O titular dos Bandeirantes, qualquer que seja, sempre terá força para mobilizar prefeitos, deputados estaduais etc. Mas atenção! Mobilizar para reuniões não quer dizer mobilizar para a eleição.
5: Os tucanos contam com quatro pré-candidatos ao governo de São Paulo. Havendo ao menos dois, não há saída possível que não as prévias, consagradas, diga-se, na eleição de João Dória à Prefeitura. A janela para que deputados federais e estaduais mudem de partido sem risco de perda de mandato começa em 7 de março e se estende até 7 de abril. Obviamente, o processo tem de ser levado a efeito depois desse intervalo. Fazê-lo antes corresponderia a dar aos derrotados a chance de cair fora do partido só porque perderam o jogo. Aí não dá.
6: Com a desistência de José Serra, estão na disputa o prefeito João Doria — que, a meu juízo, deveria ficar na Prefeitura —, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila, Floriano Pesaro (atual secretário de Desenvolvimento Social do governo) e o ex-senador José Aníbal. À disputa, senhores! O resto é papo-furado.
(Reynaldo Azevedo)

Paulo lidera na mata sul

Segundo um levantamento do instituto Múltipla, divulgado semana passada neste blog, a região onde o governador Paulo Câmara consegue ter uma ligeira vantagem sobre seus adversários é a Zona da Mata Sul. Região historicamente arraessista e onde o PSB possuiu um verdadeiro cinturão de prefeitos.
 Já o seu pior desempenho é registrado no sertão do São Francisco/Itaparica e no sertão do Araripe/Central, onde quem lidera são os senadores Fernando Bezerra Coelho e Armando Monteiro, respectivamente. Já na capital o jogo tá embolado com Marília liderando com uma pequena margem a frente de Paulo e Armando Monteiro. No geral quem lidera é o senador petebista.

(Blog Ponto de Vista)

MANDANDO BRASA - Quem será o governador de Pernambuco?

Resultado de imagem para Paulo Camara Marilia ArraesQuem será o próximo governador de Pernambuco?

O PSB chegou ao governo em 2006 ao eleger Eduardo Campos com um discurso de esperança para a população. Eduardo fez uma campanha sem ódio e derrotou Mendonça Filho e todo o seu discurso de continuidade de Jarbas. Hoje, embora muitos queiram comparar o ano de 2018 com 2006 ,é muito diferente: Naquele ano, Humberto Costa (PT) estava de passaporte carimbado para o 2º turno, e uma denúncia da conhecida máfia dos sanguessugas tirou Humberto do páreo e deu o fôlego necessário a Eduardo Campos que estava lá embaixo nas pesquisas.

Já agora, em 2018, é difícil encontrarmos um candidato a governador que não esteja envolvido em algum escândalo. Mas atualmente pesa mais sobre a oposição, leia-se, Fernando Bezerra Coelho diversas operações da Polícia Federal no âmbito da lava jato. No final de 2017, a Polícia Federal invadiu o gabinete da vice-governadoria para investigar desvios de verbas relacionados as enchentes de 2010 e 2017.Sobrou assim, Armando Monteiro (PTB) e Marília Arraes (PT) como os limpos para a disputa pra governador. Os dois juntos somam quase 35%. Mas nem pensem que isto vai acontecer. O PT não perdoa o fato de Armando ter votado a favor da reforma trabalhista. Pode haver uma aliança no segundo turno, sendo Armando o candidato? Acredito que sim, porém será muito incontrovérsia para o próprio PT. 

Já para Armando apoiar Marília, caso seja ela que vá ao segundo turno não haverá o menor problema. Até porque se o senador se candidatar ao governo do estado, estará sem mandato e com certeza seu apoio será contabilizado juntamente com alguma secretaria em um provável governo petista. Ao PT, sua grande chance de governar Pernambuco chegou. Se o partido de fato lançar Marília Arraes, o que a cada dia que se passa está se tornando mais provável ela chegando ao segundo turno será forte e terá uma eleição bem mais fácil que seu primo Eduardo. A neta de Arraes já conseguiu do povo pernambucano algo que João Campos não conseguiu: simpatia. Cada dia que se passa parece que se multiplicam a quantidade de pessoas a querer votar em Marília.

Assim sendo, eu não vislumbro um cenário que não seja este: Ou Pernambuco reelege o atual governador Paulo Câmara mesmo sabendo de todas suas dificuldades políticas, leia-se bem, políticas de administrar o estado. Ou, elegerá Marília Arraes. Não vejo nenhum outro nome com chance. Até porque dos atuais detentores de mandato, somente Marília Arraes e Fernando Bezerra Coelho estão no lucro, caso disputem. Marília é vereadora do Recife e tem mandato até dezembro de 2020 e Fernando é senador até janeiro de 2023. Então, pode ser que o cenário mude, mas até o momento eu não vejo como outra pessoa que não seja Paulo ou Marília com chances reais de sentar na cadeira de chefe do executivo que está no Palácio das Princesas.

BOM SUJEITO, MAS FALTA O LADO POLÍTICO - Me encontrei no último sábado com o ex-prefeito de João Alfredo, Severino Cavalcanti na residência do vereador Biu Flor (Catende) onde trocamos algumas informações sobre o cenário estadual. Para Severino que já foi presidente da Câmara Federal, "Paulo é um homem bom, competente, mas não tem manejo politico". Ele não é o primeiro a dizer isso, e seus 87 anos, muitos deles envolvidos na política dão a Severino credibilidade para opinar.

O PESO DA OPOSIÇÃO - Enquanto em Petrolina, cidade administrada pelos Coelhos, toda a oposição estadual, exceto o PT e partidos da esquerda, reuniu 3500 pessoas. Em Serra Talhada, cidade administrada pelo PT, Marília Arraes, sozinha quase, reuniu cerca de 3000 mil pessoas. Isso já basta para dizer o peso de Marília nesta eleição.

ESTAMOS DE VOLTA - Problemas técnicos fizeram com que eu não conseguisse alimentar o meu blog nestes últimos dias, fator que foi resolvido hoje. Assim sendo, a partir de então,as regiões da zona da mata sul e agreste pode contar com informações atualizadas sobre política.

TABLET PARA OS PROFESSORES - Com uma gestão inovadora, o Prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório (PSDB) prepara para o início do ano letivo a entrega de tablets para os professores do quadro da rede municipal de ensino. O equipamento irá ajudar na sala de aula.

Silvinho Silva é editor do Blog
silvinhosilva2018@gmail.com

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Chapa própria vista como meio de salvar bancada

Blog da Folha
Maiores lideranças do PT no Estado, o senador Humberto Costa (PT) e o ex-prefeito do Recife, João Paulo (PT), seguem atribuindo à direção nacional do PT a decisão sobre os rumos eleitorais da sigla no Estado. Começa a ganhar eco, no entanto, a tese de que uma candidatura própria seria o caminho ideal para assegurar a formação de uma bancada petista pernambucana na Câmara Federal.
Nos bastidores, crescem avaliações de que, caso o PT resolva voltar à Frente Popular, correrá o risco de servir apenas de cauda para outros candidatos. Nestas eleições, cada coligação terá que atingir no mínimo 170 mil votos para conquistar uma cadeira. Em 2014, o PT fez cerca de 380 mil votos, mas não elegeu nenhum deputado federal porque se coligou com o PTB e só fez doar votos.
Pré-candidata a governadora pelo PT, a vereadora Marília Arraes defende a importância de uma candidatura majoritária própria para que o partido resgate o protagonismo nos legislativos estadual e federal. "Temos que ter em mente que uma gestão do Executivo não consegue avançar sem uma bancada forte e coesa. Com certeza, uma candidatura própria dá a legitimidade necessária para a busca do voto do eleitor que não compactua com os retrocessos que estão ocorrendo no Estado e no País" opina a petista, que cumpriu agenda pelo Sertão pernambucano desde a quinta-feira.
Na manhã do último sábado, Marília esteve ao lado do prefeito Luciano Duque (PT), e de diversas lideranças políticas em visita à feira de Serra Talhada. “Hoje, passamos mais de duas horas conversando com os feirantes, com os consumidores, assim como Arraes fazia antigamente”, pontuou o prefeito. Depois, em evento na cidade, a petista lançou seu nome à corrida pelo Executivo Estadual e não poupou críticas à gestão socialista.
Embora admita que a candidatura da vereadora ao Governo do Estado mobiliza o partido e a militância, João Paulo pontua que a prioridade da legenda é a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo ele, as candidaturas regionais vão passar pelo crivo da Nacional. "A candidatura de Marília é a decisão do PT. Tem diversas posições no partido. No meu entendimento, a prioridade número um é a eleição de Lula e cada Estado vai adequar a essa estratégia nacional", disse o ex-gestor.
Na mesma linha, o senador Humberto Costa, tido como um dos que são favoráveis a uma aliança com o PSB, disse que vai acompanhar a decisão que a Executiva Nacional definir. Ele justifica que não poderia comentar o peso da candidatura de Marília na conjuntura local porque viajou a São Paulo e não participou do evento dela. O ato de lançamento da postulação de Marília não contou com nenhuma das graduadas lideranças da cúpula petista.
Em reserva, um parlamentar oposicionista avalia que se o PT quiser recompor a bancada federal a melhor estratégia é ter candidatura própria. "O PT tem que começar tudo de novo. Marília, pelo fato de ser mulher e neta de Arraes, terá, no mínimo, 600 mil votos. Se lançar ela, o PT faz três deputados federais e seis estaduais", calcula. Para ele, a condenação de Lula no Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4) mudou o cenário, minando uma possível coligação com o PSB. "Se for pro chapão, é chuva. Não elege ninguém. Só se o marqueteiro for feiticeiro", acrescentou. Afastado da vida pública nos últimos anos, o ex-deputado federal Fernando Ferro (PT) anunciou, inclusive, que resolveu se candidatar a deputado federal em função da candidatura de Marília Arraes.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

São Joaquim: Prefeito entrega obras na cidade

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sentadas

O Prefeito Joãozinho Tenório (PSDB) entregou na tarde desta quarta-feira, dia 24, a Praça do Fórum da Cidade de São Joaquim do Monte e a Unidade Básica de Saúde Severino José de Menezes. Estiveram presentes no evento, o deputado estadual Eriberto Medeiros (PTC) e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), ex-ministro das cidades, além do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB). No seu discurso o prefeito agradeceu o empenho dos parlamentares na entrega de obras tão importantes para a cidade de São Joaquim.

"Esta data, é uma data inesquecível para todos nós de São Joaquim do Monte que cuidamos  da cidade com muito carinho e muita dedicação.São investimentos na ordem de 3 milhões de reais que temos certeza que irá melhorar muito a vida do nosso povo. A gente vai trabalhando, vai inaugurando e vai sendo assim: a gente entrega uma obra e já pensa em fazer mais", disse o prefeito. 

Após a entrega das obras e da autorização da abertura do processo licitatório que visa aumentar o número de ruas asfaltadas e ainda adquirir  novos veículos para a saúde, o prefeito e demais convidados visitaram às instalações da nova UBS. 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, multidão e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 2 pessoas, criança

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Lóssio confirma pré-candidatura ao Governo Estadual


O ex-prefeito de Petrolina Júlio Lóssio confirmou, através de suas redes sociais, a sua pré-candidatura ao Governo de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade de Marina Silva.
Animado, Lóssio escreveu em sua página no Facebook.
“Pessoal, tenho uma notícia muito boa pra compartilhar com vocês! Hoje estive com Marina Silva e confirmamos a nossa pré-candidatura ao Governo de Pernambuco pela REDE.
Estou muito animado para essa caminhada e quero contar com todos vocês nessa grande luta que teremos pela frente! Estaremos, juntos com Marina, buscando construir uma alternativa para o Brasil e para Pernambuco! Vamos Juntos! O Brasil e Pernambuco pode mais”.

Rodrigo Maia pode ser lançado em março


Blog da Folha
Colocado como um dos possíveis candidatos à presidência da República, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), deverá ter a sua candidatura chancelada em março. A informação foi confirmada, ontem, pelo ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), em passagem pelo município de Jaboatão dos Guararapes, onde assinou ordem de serviço para a construção da sede do campus do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) na cidade.
"O calendário para convenção nacional do DEM foi adiado para o início de março. Vamos aguardar essa data que será a data onde nós teremos um grande encontro nacional, possivelmente com o lançamento do nome do presidente Rodrigo Maia como pré-candidato à presidente da República. Daí em diante as articulações com relação à própria candidatura de Rodrigo estarão colocadas para que tenhamos um calendário adequado", avisou.
De acordo com o auxiliar do presidente Michel Temer, o anúncio possivelmente ocorrerá no dia 8 de março, data em que está marcada para ocorrer a convenção da legenda. Ao garantir à candidatura Democrata nas eleições presidenciais, o ministro colocou por terra momentaneamente qualquer possibilidade da sigla ser apenas coadjuvante do processo eleitoral como vinha sendo especulado pela imprensa nacional.
Informações davam conta, inclusive, que o ministro poderia configurar a vice numa chapa majoritária com o PSDB. Ontem, entretanto, Mendonça Filho evitou falar sobre o seu futuro político. Reiterou que o seu esforço no momento é para cumprir a agenda administrativa até abril, quando será o prazo final para descompatibilização.
"Na verdade, eu não tenho preocupação com agenda eleitoral. Eu só vou cuidar, dela do ponto de vista do futuro político que diz repeito a minha pessoa, só depois que sair do ministério. Por enquanto, o foco, a determinação é exclusiva para a área da educação. E paralelamente a isso, há uma data legal que é 7 de abril", disse o Democrata frisando que ainda não definiu o cargo que vai concorrer.
Em meio as especulações sobre possível composição a nível nacional, no Estado, o ministro também é cotado para compor a majoritária na frente de oposição ao governo que conta com o PSDB, PTB, PRTB, PV e PRB. O bloco, inclusive, realizará o segundo grande ato político no sábado, em Petrolina, e o ministro confirmou participação. Nos bastidores, informações dão conta ainda que Mendonça poderá voltar para a base do governo Paulo Câmara (PSB), que já fez gestos de aproximação.
Recentemente, o socialista e Democrata almoçaram juntos no Palácio do Campo das Princesas após ato administrativo. Ontem, durante evento em Jaboatão, Mendonça destacou a parceria que vem sendo feita com o governo do estado.

Senado: Jarbas e Humberto lideram a disputa

Na pesquisa estimulada para o Senado, o 1º colocado é Jarbas Vasconcelos (PMDB) com 23,8%, seguido por Humberto Costa com 16%, Armando, 15,2%, Mendonça Filho, 14,7%, André Ferreira, 7%, Sílvio Costa, 5,8%, Luciana Santos, 5%, Antonio Campos, 4,2%, José Queiroz, 4,2%. Brancos e nulos, 25%. Indecisos são 5,7% contra 4,5% que não sabem ou não opinaram.

Pesquisa: Armando e Marília crescem em levantamento feito pela Múltipla

Resultado de imagem para Armando Monteiro e Marilia ArraesO senador Armando Monteiro cresceu e lidera o novo levantamento do Instituto Múltipla para governador de Pernambuco. A pesquisa foi realizada com 600 questionários, em 65 dos 184 municípios pernambucanos, entre os dias 18 e 22 deste mês de janeiro e foi registrada no TRE sob o número PE 08043/2018.

Armando, que tinha 13,5% na pesquisa anterior, agora aparece com 20,5% das intenções de voto, seguido do governador Paulo Câmara, que tinha 18,7% e caiu para 16%, ainda que estável dentro da margem de erro.

A vereadora Marília Arraes (PT) que em novembro tinha 9,6% também cresceu e aparece com 14,5%. Há de se considerar que, com base na margem de erro da pesquisa, de 4,1% para mais ou para menos, Armando, Câmara e Marina estão no que pode-se chamar empate técnico. De toda forma, impacta a mudança de ordem dos candidatos.

O Ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM),tem 10,5%, seguido do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) está na quinta colocação com 5%. O deputado Bruno Araújo (PSDB) tem 2,5%. Brancos e nulos somam 23,5%, indecisos 4,5% e não souberam ou não quiseram responder a pesquisa, 3%.

Cenários: em um cenário sem Mendonça Filho, Armando Monteiro tem 23,7%, Paulo Câmara, 20,5%, Marília Arraes, 16,7% e Fernando Bezerra Coelho, 5%. No cenário sem Fernando Bezerra Coelho, Armando lidera com 22,8% seguido de Paulo Câmara com 17,7%, Marília Arraes com 15% e Mendonça Filho com 11,5%.

Em uma simulação sem Armando Monteiro, Marília Arraes lidera com 21,7%, com o governador Paulo Câmara chegando a 19,3%, seguido de Mendonça Filho, com 15,7% e Fernando Bezerra, com 6,7%. Sem Armando e Marília no páreo Câmara tem 26,8%, seguido de Mendonça Filho, com 20,8% e Fernando Bezerra Coelho, com 7%.

Segundo turno: o instituto fez simulações de diversos cenários de segundo turno prováveis para as eleições deste ano. Numa disputa entre Paulo Câmara e Armando, Monteiro tem 30,2% contra 28,2%. No embate entre Paulo Câmara e Mendonça Filho, o governador tem 29,2% contra 24% do Ministro. Contra Marília Arraes, Câmara teria 27,8% contra 26,7% da petista.

Rejeição: O Múltipla aferiu também o índice de rejeição dos candidatos. Dos entrevistados, 63,5% disseram que não votariam em Paulo Câmara de jeito nenhum. Já 56,5% não votam em Fernando Bezerra Coelho. Um total de 55,8% não votariam de jeito nenhum em Mendonça Filho. 54,5% não admitem votar em Bruno Araújo. 49,8% dizem não votar em Marília Arraes. E 41,2% não votariam em Armando Monteiro.

Na pesquisa estimulada para o Senado, o 1º colocado é Jarbas Vasconcelos (PMDB) com 23,8%, seguido por Humberto Costa com 16%, Armando, 15,2%, Mendonça Filho, 14,7%, André Ferreira, 7%, Sílvio Costa, 5,8%, Luciana Santos, 5%, Antonio Campos, 4,2%, José Queiroz, 4,2%. Brancos e nulos, 25%. Indecisos são 5,7% contra 4,5% que não sabem ou não opinaram.

Perfil da amostra: Masculino 47,3%, Feminino 52,7%; 16 a 24 anos 16,8%, 25 a 34 anos 22,2%, 35 a 44 anos 21,0%, 45 a 59 anos 23,3% e 60 anos ou mais 16,5%.

A amostra foi composta por 600 entrevistas aplicadas na população que tenha título de eleitor, more e vote no Estado de Pernambuco e distribuída da seguinte forma: Região Metropolitana 42,2%, Zona da Mata 14,6%, Agreste 25,2 e Sertão 18,0%.

O intervalo de confiança estimado é de 95% para uma margem de erro para mais ou para menos de 4,1% Sistema interno e controle de verificação: Para realização da pesquisa, utilizam-se uma equipe de entrevistadores e supervisores, contratados pelo Instituto. Todos devidamente treinados para execução do trabalho.

A área da pesquisa compreende o estado de Pernambuco, composta por 04 (quatro) mesorregiões: Região Metropolitana, Agreste, Sertão e Zona da Mata e os seguintes municípios: Floresta, Petrolândia, Cabrobó, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Araripina, Bodocó, Exu, Ipubi, Ouricuri, Salgueiro, São José do Belmonte, Afogados da Ingazeira, São José do Egito, Serra Talhada, Arcoverde, Custódia, Sertânia, Águas Belas, Bom Conselho, Buique, Garanhuns, Lajedo, Belo Jardim, Bezerros, Bonito, Brejo da Madre Deus, Caruaru, Gravatá, Pesqueira, São Bento do Uma, São Caetano, Bom Jardim, João Alfredo, Limoeiro, Santa Cruz do Capibaribe, Surubim, Toritama, Abreu e Lima, Cabo, Camaragibe, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata, Água Preta, Barreiros, Catende, Escada, Palmares, Ribeirão, Sirinhaém, Vitória de Santo Antão, Aliança, Carpina, Glória de Goitá, Goiana, Itambé, Nazaré da Mata, Paudalho, Timbaúba e Vicência.

MANDANDO BRASA - A Lava Jato provou que a Lei é Para Todos

Resultado de imagem para Eduardo Cunha e Sergio CabralA justiça é sim para todos. Mas nós podemos ter uma diferenciação de como são tratados políticos nos dois níveis de justiça. Não é que Lula foi condenado apenas, e que a justiça só vale para ele. Não! Bem diferente o é, quando o raciocínio passa a ser entre políticos que tem o chamado "foro privilegiado" dos que não o tem. Temer, por exemplo, assim que descer a rampa do Planalto a Polícia Federal o aguardará para que responda pelos crimes que cometeu na qualidade de Presidente da República. Mas onde estão os políticos do PSDB, por exemplo? Todos eles, com a imunidade do foro. 

A diferença entre o julgamento de Lula que não tem foro algum e o julgamento de um desses políticos que vivem em Brasília é justamente esta: O tal do Foro Privilegiado. Caso, Temer não tivesse mandato e fosse descoberto o que foi descoberto dele, vocês acreditam mesmo que ele estaria nas mãos dos ministros do STF que não estão lá por concurso e sim por indicação? Vejam Eduardo Cunha (PMDB) onde está. Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, Geddel Vieira Lima, todos do PMDB: Na cadeia.Então a Lava Jato está demonstrando justamente o contrário, que o crime não tem partido e que a punição não é seletiva.

Esses políticos estão em condições ainda piores que a do ex-presidente Lula, pois só Sérgio Cabral está condenado em 12 processos e sabe-se lá Deus quando irá sair do presídio. Há divergências entre juristas com relação a essas prisões e há quem acredite como é o caso do Ministro Marco Aurélio que a prisão de Lula pode causar uma grande bagunça no país, principalmente em meio a crise. Ora, na tentativa de querer ludibriar os leitores, o PT e partidos de esquerdas lançaram diversas montagens dizendo que a lei não é para todos, que ela é seletiva. Como? Porque falta o PSDB? 

Vale lembrar que basta que o STF acate o pedido de prisão que foi feito em desfavor de Aécio Neves  e ele vai para a cadeia no outro dia, claro, se o Senado autorizar. Ou vocês acham que se Lula exercesse um mandato de senador hoje, ele estaria condenado? De maneira nenhuma. Estaria livre, fazendo campanha pelo Brasil, apenas como um candidato a mais e com certeza no mesmo patamar em que aparece nas pesquisas. Para deixar alguns petistas e esquerdistas mais atualizados o número de políticos processados pela Lava Jato é maior no PP, PMDB e depois chega ao PT. O caso é que está no PT, o mais famoso de todos: Lula. 

Então, caros amigos leitores, é bom parar e pensar direitinho e esquecer de paixões partidárias. Lula não é maior que a lei só porque já foi presidente, nem tampouco qualquer outro presidente está acima dela. Aguardemos então o próximo ano para ver onde estará Michel Temer sem o cargo de presidente, e com tantas denúncias o envolvendo. E se o povo quiser ver celeridade nos casos do PSDB, é simples: Façam-os perder o foro privilegiado. Minas, retire o foro de Aécio. E veremos realmente se a lei é seletiva. A Lava Jato não está escolhendo partidos políticos, e sim, pessoas que entraram nos partidos para se beneficiar e se locupletarem do dinheiro que deveria ser investido na saúde, na educação, na geração de emprego e de renda. É isso que precisamos entender de uma vez por todas.

Silvinho Silva é editor do Blog
silvinhosilva2018@gmail.com

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Vigília pró-Lula: petistas pernambucanos sumiram


Marisa Gibson - DIARIO POLÌTICO
Nenhuma liderança do PT estadual passou a noite na vigília, terça-feira, organizada pelos aliados de Lula, que aconteceu na Praça Tiradentes, em frente ao edifício do Tribunal Regional Federal, no Bairro do Recife.Todos dormiram em casa. Os únicos que permaneceram no local até o dia amanhecer foram os integrantes do MST.
Já no desfecho da vigília, ontem à tarde, após a confirmação da condenação de Lula  não havia um único petista com  mandato. Só apareceram os que estão na planície como o ex-deputado federal João Paulo, festejado e carregado nos braços pelos manifestantes, e o ex-vereador de Olinda Marcelo Santa Cruz. Já não se fazem mais petistas como antigamente.
Apesar de tantos admiradores no Estado, não foi visto um só pernambucano de peso ao lado de Lula, na sede do sindicato dos metalúrgicos, em São Paulo, no decorrer do julgamento do TRF-4. Hoje, a deputada estadual Teresa Leitão participa do lançamento da candidatura do petista a presidente da República.

Prisão de Lula incendiaria o País, diz ministro


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse ao Broadcast Político, ontem, que uma eventual prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) incendiaria o Brasil. "Eu duvido que o façam, porque não é a ordem jurídica constitucional. E, em segundo lugar, no pico de uma crise, um ato deste poderá incendiar o País", afirmou o ministro logo após a manutenção da condenação de Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF-4).


Caso Lula seja preso, explica Marco Aurélio, se estaria acionando a nova jurisprudência do STF sobre a possibilidade de execução de pena após condenação em segundo grau. O ministro, no entanto, defende a revisão do entendimento. "Se não for preso é porque essa jurisprudência realmente não encontra base na Constituição Federal, e tem que ser revista", disse.

CNH-e oferece mais praticidade aos motoristas


Os motoristas pernambucanos vão poder contar, a partir de hoje, com a praticidade do uso da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). O documento digital foi lançado, ontem, pelo governador Paulo Câmara, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, tornando Pernambuco o primeiro Estado do Nordeste a aplicar a medida. Na ocasião, uma demonstração da nova versão foi realizada no aparelho celular do chefe do Executivo estadual, através do aplicativo CNH Digital. A iniciativa, que evita multas e pontos na carteira dos motoristas que esquecerem a CNH em casa, não anula a utilização do documento de habilitação físico, o qual continuará sendo impresso normalmente. O serviço gratuito já está disponível para cadastro no site do Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN, e só será válido para CNHs emitidas a partir de 22 de maio de 2017, com QR code.
“O mundo está totalmente conectado, e Pernambuco, agora, é pioneiro no Nordeste com a carteira de habilitação digital. As pessoas vão ter a opção de contar tanto com o documento físico quanto com o digital, através do celular, e possuir um documento válido em todo o território nacional. Um documento que poderá ser utilizado pelo condutor quando estiver dirigindo, nas blitzes, ou em qualquer lugar que se precise comprovar sua identificação. A CNH em meio digital vai facilitar muito a vida das pessoas, e a gente quer avançar com isso: serviços públicos que possam realmente melhorar o ir e vir das pessoas e possa dar o conforto e a garantia de que o cidadão vai poder sempre estar com seus documentos em mãos”, frisou o governador.
Com a novidade, o documento virtual poderá ser apresentado no lugar da carteira física, e será identificada pela leitura do QRCode ou do Certificado Digital. A CNH-e tem a mesma validade do documento impresso e conta com um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade da nova versão. O serviço será gratuito até março de 2019. “É preciso ter uma CNH emitida a partir de maio do ano passado, porque esses documentos já possuem os novos códigos de segurança, inclusive o QR Code. Para aqueles que não possuem a CNH atualizada, será possível adquiri-la com a renovação da habilitação, que já será impressa com o QR Code, podendo, assim, o motorista solicitar gratuitamente sua versão digital”, explicou o diretor-presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro.
PASSO A PASSO - Para adquirir a CNH-e, o habilitado deve se cadastrar no site do DENATRAN, através do endereço: https://portalservicos.denatran.serpro.gov.br/#/cadastro. Após finalizar o cadastro, um link de ativação será enviado para o e-mail do usuário, que deve ser acessado e confirmado no aparelho em que a CNH-e será salva. Em seguida, é necessário baixar o aplicativo “CNH Digital”, disponível para os sistemas operacionais Android e IOS, digitar a senha cadastrada no portal, o CPF, o código ativação e informar o PIN (pode ser escolhido qualquer número). Depois desse registro, a CNH-e é exportada para o aparelho. Para garantir a segurança das informações, o código PIN (senha) será exigido todas as vezes em que o acesso ao documento for requisitado. O sistema ainda permite o bloqueio do aplicativo caso o celular seja extraviado.
CRLV DIGITAL – Na oportunidade, também foi anunciado o lançamento da versão digital do Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV). “Estamos trabalhando para lançar, ainda no segundo semestre deste ano, a versão eletrônica do documento do veículo, o CRLV. Quanto menos papel, quanto menos impressões, quanto menos problemas burocráticos com a perda do documento, melhor será para a população. São problemas a menos que nós teremos no nosso dia a dia. Então, eu fico muito feliz com o avanço de Pernambuco nessa era digital”, declarou o secretário estadual das Cidades, Francisco Papaléo.
Participaram da solenidade o deputado federal André de Paula; os secretários estaduais Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão), José Neto (Casa Civil), Antônio de Pádua (Defesa Social) e Antônio Limeira (Chefe de Gabinete interino); além do secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, representando o prefeito Geraldo Julio. Estiveram presentes também a presidente da Empresa Pernambucana de Transportes Intermunicipais (EPTI), Taíse Ferreira; e a presidente da Companhia de Transito e Transportes Urbanos (CTTU), Tarciana Ferreira. 

Belém de Maria: Frank assume mandato parlamentar

A imagem pode conter: 1 pessoa, área internaO suplente de vereador Frank (PTB) assume hoje às 19:30 em sessão na Câmara Municipal de Belém de Maria, o cargo de vereador em caráter efetivo. Frank era o primeiro suplente da coligação e assume o lugar anteriormente ocupado pelo vereador Nino (PTB) falecido tragicamente em acidente automobilístico no dia 27 de dezembro.
O vereador ficou na 10ª colocação com 313 votos, e a partir de hoje irá representar uma parcela do eleitorado belenense.

Bloco Papa Léguas em Laje Grande dia 13

Sucesso no ano anterior, o bloco Papa Léguas virá este ano em sua edição. Organizado pelo amigo Eduardo Cabeleireiro, a programação está prevista para sair lá da Quadra da Escola Zilde Feijó Sampaio a partir das 16 horas em direção ao centro do distrito. As camisas para o evento estão sendo vendidas ao preço de R$ 15,00. O evento conta com a organização do amigo Eduardo da Barbearia e o apoio do Vereador Vicente.

MANDANDO BRASA - Eleição sem Lula é... eleição

A Lei é para todos... para Lula também

Resultado de imagem para LulaO Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidiu por unanimidade aumentar a pena aplicada pelo Juiz Sérgio Moro ao ex-presidente Lula. Isto, se deve ao fato de ter o Ministério Público Federal ter entrado com recurso no Tribunal pedindo o aumento da pena de Lula. A defesa do ex-presidente também entrou com recurso, pedindo a sua diminuição. O juiz Sérgio Moro, condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão por entender que Lula recebeu como propina da OAS o apartamento Tripléx do Guarujá. O TRF, aumento essa pena para 12 anos e 1 mês.

Bastou que a decisão fosse tornada pública para o PT começar a colocar de fora sua verdadeira máscara. Eu vi parte da transmissão ao vivo do evento em São Paulo onde Lula estava presente o senador Lindberg Farias (PT-RJ) convocou os petistas a desobedecerem à ordem civil, pois no país não teria mais como crer na justiça. "Vamos para a desordem civil" conclamou o senador. Outros líderes petistas, que usaram da palavra e não só do PT, mas de outros partidos pedindo o mesmo: a bagunça, a desordem. 

Ora, a Lei é para todos. Para Lula também! E não apenas para Lula, mas para os demais políticos de outros partidos, está mais do que na hora de uma verdadeira reforma política. A Lei é para todos! A lei é para o político corrupto, mas também deveria ser para o eleitor corrupto. Sim, pois muitos dos que vendem seu voto no dia da eleição, depois vão para a rua pedir o fim da corrupção. Isso não existe! Se você não é condizente com a corrupção, que essa indignação sua comece logo de casa. Seja você a mudança que espera para o Brasil. 

Vamos aguardar os próximos capítulos desta novela que está longe do fim. O PT disse que vai registrar a candidatura de Lula em 15 de agosto. Ora, este ano promete uma campanha onde o judiciário será bem mais presente que o normal. Aguardemos.

Dinho com Diogo Moraes - O ex-prefeito de Belém de Maria, Wilson Silva (PTB) anuncia hoje na Rádio Agreste o apoio ao deputado estadual Diogo Moraes. Dinho, que tentou ser candidato a deputado em 2014, não vê com bons olhos o cenário atual para uma disputa. Vai aguardar 2020, quando tentará voltar ao cargo de Prefeito. 

Foro Privilegiado - O Senador Lindberg Farias(PT) deve ter se valido do Foro Privilegiado para poder falar às barbaridades que falou ontem em São Paulo. Não fosse a prerrogativa de foro de senador, ele teria saído dali diretamente para a prisão, pois incentivou o povo à desordem civil.

Sem Lula - Quem for eleitor de Lula pode ir pensando em quem vai votar, pois a foto dele não aparecerá na urna. A candidatura do petista, se muito chegar, é ao dia 15 de setembro.

Fim do Foro Privilegiado - Seria um favor à nação o fim do foro privilegiado? Poderia ser sim, em alguns casos, em outros, eu já tenho minhas dúvidas. Neste caso um prefeito passaria a ser julgado por um juiz local, e não por um juiz de segunda instância. 

Silvinho Silva é editor do Blog
silvinhosilva2018@gmail.com

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Nota do Senador Armando Monteiro sobre julgamento do ex-presidente Lula

Prezado Lula,

O Brasil espera que amanhã a Constituição seja respeitada, e que lhe seja garantido o tratamento justo que merece todo cidadão brasileiro. Só assim, ao final desse processo, o país terá sua democracia viva e fortalecida.

Um abraço,
Senador Armando Monteiro

TCE alerta prefeituras para despesas com carnaval

O Tribunal de Contas de Pernambuco, em conjunto com o Ministério Público de Contas, expediu, ontem, uma recomendação aos prefeitos dos 184 municípios do Estado no sentido de evitar a realização de despesas com carnaval, especialmente festas e shows, quando a folha de pessoal estiver em atraso.
A recomendação parte de um dos compromissos do TCE e MPCO, de fiscalizar e orientar a correta aplicação dos recursos públicos. “Os municípios com dificuldades financeiras, que sofrem com a carência de recursos públicos, impõem-se ao administrador o dever de otimizar a alocação de tais recursos na satisfação das necessidades mais importantes da população. Sendo assim, a realização de gastos com festividades na pendência de quitação dos salários dos servidores, viola o princípio constitucional da moralidade administrativa", diz o documento.
O descumprimento da recomendação ocasionará na responsabilização dos infratores, com a promoção das medidas cabíveis, notadamente o apontamento da falta no âmbito da prestação de contas anual (julgada pelo TCE), e aplicação das sanções previstas em lei, descabendo ao gestor alegar o desconhecimento das consequências jurídicas de seu descumprimento em procedimentos administrativos.
PRECEDENTE – Na recomendação é lembrada como precedente a Medida Cautelar TC nº 1726538-1, relativa à Prefeitura de São Lourenço da Mata, expedida monocraticamente em julho de 2017, que suspendeu a realização da Festa de Agosto, em comemoração ao padroeiro da cidade, tendo em vista atrasos na folha de pagamento do município. "Se estão sobrando recursos, eles devem ser usados para pagar os servidores públicos que estão com salários atrasados. O gestor tem que se responsabilizar por isso", afirmou, à época da Medida Cautelar, o procurador do MPCO, Gustavo Massa.

PSB divulga nota sobre julgamento do ex-presidente Lula

Nota oficial
O Partido Socialista Brasileiro – PSB, como todas as demais forças políticas instituídas do País, vem sendo chamado a se manifestar sobre o julgamento do ex-presidente Lula, que ocorrerá no próximo dia 24/01.
Nesse contexto, há dois elementos que merecem destaque. Em primeiro lugar, verifica-se certa atipicidade na velocidade com que tramitou o processo em segunda instância.
Quanto a esse aspecto, notamos que a rapidez da Justiça é um direito que assiste a toda a população, mas superar, no caso específico, a morosidade habitual, terminou por criar um fato político.
Em segundo lugar, considera-se que o tribunal político mais adequado em uma democracia é o voto popular, em eleições livres — avaliação essa que é comum, no presente caso, à maioria das forças políticas responsáveis, independentemente de seu espectro ideológico.
Cabe observar, ainda, que uma solução política, por meio das urnas, que se viabilize respeitando de modo estrito a legalidade, é condição necessária para que o País supere a crise política que vivencia há pelo menos três anos.
Carlos Siqueira
Presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro – PSB

Joãozinho entrega obras em São Joaquim nesta quarta

A imagem pode conter: casa, céu, árvore, grama, nuvem e atividades ao ar livre

O Prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório (PSDB), estará entregando nesta quarta-feira (24) a população daquela cidade uma Unidade Básica de Saúde que levará o nome de Severino José de Menezes.Uma obra de suma importância que visa melhorar ainda mais o atendimento da saúde naquela cidade, beneficiando assim os moradores de São Joaquim. A obra é resultado de uma emenda parlamentar do ex-ministro das cidades e deputado federal Bruno Araújo, que deverá estar presente ao evento ao lado do prefeito e demais autoridades locais.

Na oportunidade o Prefeito assinará a ordem para a abertura de licitação pública que visa ampliar o asfalto da cidade em ruas ainda não asfaltadas; a recuperação do Parque Olga de Mendonça bem como a aquisição de uma caçamba, que somados atingirão o valor de R$ 3.600.000,00 reais. Ainda amanhã, o Prefeito Joãozinho Tenório entregará à população a Praça Dr. Alberto de Oliveira,conhecida como praça do fórum, totalmente reformada.

"Nós sabemos que o momento é de dificuldade, mas entregar para São Joaquim do Monte obras tão importantes e de um valor muito significativo é motivo de alegria e de festa não só minha, mas da nossa equipe. A população que acreditou e confiou no nosso palavra vê hoje a resposta de tantos esforços meus junto aos governos estadual e federal em busca da melhoria de vida para o nosso povo." Declarou o Prefeito ao blog.

O evento está programado para ter início às 15 horas.